Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Criptomoedas

Clube Atlético Mineiro lança moeda digital: GaloCoin

Imagem
O Clube Atlético Mineiro apresenta sua moeda digital: GaloCoin, que trará maior integração entre Clube, torcedores e parceiros, com benefícios para todos. Através dela, o Atleticano navegará pelo marketplace desenvolvido especialmente para o Galo, com acesso a vantagens especiais, experiências e descontos em produtos e serviços. Representando um novo modelo de negócios, inovador e seguro, a GaloCoin integra uma plataforma integrada de e-commerce em marketplace. Utilizando a GaloCoin para adquirir produtos e serviços ou realizar movimentações financeiras na plataforma digital, o torcedor terá diversos benefícios e, também, irá gerar vantagens econômicas para o Atlético. Já neste primeiro momento, estão disponíveis produtos e serviços ligados à saúde, transporte, seguros, sistema financeiro e consórcio. Ao comprar a GaloCoin, o torcedor também poderá ter acesso a um cartão de débito pré-pago, vinculado à bandeira Mastercard. Sem flutuação cambial, a GaloCoin tem a cotação de um para u

Bitcoin pode tornar-se uma ameça para o Dólar Americano no futuro

Imagem
Um dos principais decisores políticos dos EUA compartilhou observações sobre o Bitcoin , que são principalmente positivas, também não o descartou como uma potencial "ameaça" ao dólar americano, em uma entrevista com a CNBC na segunda-feira, 14 de maio. Falando com a CNBC nos bastidores da conferência Consensus 2018 em Nova Iorque na segunda-feira, o presidente do Banco de Reserva Federal de St. Louis, James Bullard, também notou os aspectos positivos da criptomoeda , em particular, a questão da redução de custos no comércio. Ele afirmou que a criptomoeda está “facilitando o comércio que não ocorreria caso contrário. Parte disso é ilegal, mas parte evita custos que, de outra forma, seriam envolvidos”. Perguntado se o Bitcoin é uma ameaça para o dólar americano, Bullard expressou incerteza sobre a concorrência potencial que a principal criptomoeda poderia representar, dizendo: "Eu não penso assim neste momento [...]. Nós não sabemos como vai ser o

Bitcoin será superado por Ethereum segundo Roger Ver

Imagem
Roger Ver diz que Ethereum vai superar o Bitcoin e depois será superado pelo Bitcoin Cash Roger Ver, também conhecido como o “Jesus do Bitcoin” e um dos maiores apoiadores do Bitcoin Cash, tem criticado o Bitcoin e afirmado constantemente que o Bitcoin Cash irá dominar o mercado. Recentemente, segundo artigo publicado pelo site de notícias The Independent , Ver diz que o Ethereum irá passar o Bitcoin e se tornará a principal criptomoeda do mercado, para, posteriormente, ser superado pelo Bitcoin Cash, tudo isso antes do final de 2020. Ver comentou que isso acontecerá pois o Bitcoin enfrenta inúmeros problemas com as transações lentas e as altas taxas. “O Bitcoin Cash é a mesma versão do Bitcoin que todo mundo se apaixonou e usou de 2009 até 2017”, disse ele. Porém nem todos os especialistas concordam com Ver. Michael Jackson, ex-diretor de operações do Skype e que agora trabalha na Mangrove Capital Partners, disse que o Bitcoin pode superar suas deficiências e, assim, compensa

Blockchain, muito além do bitcoin

Imagem
Imagine um caderno que faz registro de transações e de dados, mas que não proporciona real segurança quanto ao histórico e às atualizações, já que seus registros podem ser alterados e excluídos devido a falhas de controle. Este caderno ainda possui uma figura controladora que de forma centralizada supervisiona as transações entre os usuários do caderno. Mas esse controlador também pode falhar e assim a credibilidade do caderno como plataforma fica comprometida. Agora imagine um caderno com a tecnologia blockchain. Neste caderno, todas as transações são registradas em blocos e não podem ser desfeitas. Os ajustes são feitos por meio de novos blocos de informações. Não há um grande intermediário controlando essa plataforma que pode servir como meio de troca de informações financeiras ou contratuais. Na verdade, uma rede com inúmeros usuários supervisiona esse caderno e ninguém pode "arrancar" ou “adulterar” uma página aleatoriamente (o que traria insegurança para aqueles qu

Venezuela manda prender 11 diretores do maior banco privado do país

Imagem
O procurador-geral da República da Venezuela, Tarek William Saab, confirmou hoje (3) que foram expedidos mandados de prisão contra 11 diretores do Banesco Banco Universal CA - a maior instituição privada bancária do país. Segundo ele, os executivos são suspeitos de omitir informações relevantes às autoridades. As investigações fazem parte da Operação Mãos de Papel, que apura a existência de uma "máfia" venezuelana formada com o objetivo de desmantelar o sistema econômico do país. “As evidências mostraram que mais de 900 atividades ilegais foram detectadas no Banesco, e a instituição informou apenas 30, ou seja, parou de relatar 870 dessas contas ilícitas”, disse o procurador. O procurador, entretanto, afirmou que os clientes do banco podem ficar tranquilos. “O objetivo desta operação é reorganizar e limpar as atividades bancárias, para que elas sejam realizadas em estrita conformidade com as leis.” Na relação de detidos, estão o presidente do banco, Oscar Doval; os vice-pr

Banco ou Bitcoin - FILME LEGENDADO

Imagem

Empresa de capital de risco Sequoia processou o fundador da Binance Founder sobre um acordo de financiamento

Imagem
A empresa de capital de risco Sequoia está processando Zhao Changpeng, CEO e fundador da Binance , atualmente a maior bolsa de criptomoedas do mundo, por supostamente violar um acordo de exclusividade durante as negociações para um acordo de investimento que quebrou no ano passado, informou a Bloomberg em 25 de abril. A Sequoia apelou agora para o Supremo Tribunal de Hong Kong para obter uma liminar temporária e proibir Zhao de negociar com outros investidores, abrindo a disputa para o público e revelando os detalhes das avaliações da casa de câmbio pela empresa de capital de risco. Citando os documentos do Supremo Tribunal, a Bloomberg informa que Zhao e a Sequoia começaram a negociar os termos em agosto de 2017 para um investimento de 11% na Binance, com uma suposta avaliação de US $ 80 milhões. As negociações continuaram, enquanto o que o preço do Bitcoin aumentou até US $ 20 mil em meados de dezembro. Nesse ponto os negociadores de Zhao interromperam as nego

Auditor oficial da China considera o Blockchain para agilizar a infraestrutura de dados

Imagem
O Escritório Nacional de Auditoria da República Popular da China está considerando uma solução Blockchain para resolver o problema descrita como o "ciclo interminável de armazenamento e gerenciamento de dados" para sua infraestrutura atual, de acordo com um anúncio  publicado em seu site em 24 de abril. O Escritório Nacional de Auditoria é encarregado de auditar todas as transações financeiras relacionadas ao governo e gerencia um centro de dados centralizado que armazena os dados relevantes para cada agência subordinada de auditoria no país, nos níveis provincial e municipal. O problema que está enfrentando é, portanto, uma “expansão infinita dos requisitos de equipamentos de hardware e software do centro de dados” para administrar uma quantidade enorme de dados centralizados, bem como um sistema complexo e ávido por funcionários. O artigo propõe que uma solução Blockchain, que usa “algoritmos de consenso de nós distribuídos para gerar e atualizar

Cripto híbrida e fundo imobiliário ganham permissão do governamental na Alemanha

Imagem
A BITREAL Capital GmbH, com sede em Munique, recebeu autorização de comercialização e registro da Autoridade Federal de Supervisão Financeira da Alemanha (BaFin) para um fundo híbrido de criptomoedas e imóveis, informou a Finance Magnates em 24 de abril. De acordo com o perfil da empresa no LinkedIn, a BITREAL Capital GmbH foi fundada em 2017 e é um “fundador e inovador de fundos” na área de fundos de investimento alternativos especiais (AIFs). O fundo BITREAL Real Estate Blockchain Opportunities 1 (BREBCO 1) será supostamente o primeiro fundo desse tipo na Alemanha a combinar criptomoedas e imóveis. A estratégia do BREBCO 1 é investir na tecnologia Blockchain através de tokens e moedas estabelecidas, bem como de imóveis comerciais básicos, parcialmente financiados por empréstimos bancários, nas 10 principais regiões econômicas da Alemanha. O fundo diz que espera gerar um retorno anual de 15% ao longo de um período de sete anos, e tem como meta um volume de 40 mil

MIT aparece com três maneiras de derrubar o Bitcoin

Imagem
A MIT Technology Review publicou um artigo hoje, 24 de abril, chamado "Vamos destruir o Bitcoin", detalhando três maneiras pelas quais a criptomoeda poderia ser "derrubada". A primeira opção, de acordo com o artigo, é um solapamento do Bitcoin pelo governo com a criação de uma moeda lastreada pelo Federal Reserve (Fedcoin): “O ano é dois-mil-e-tantos, e é o dia do pagamento dos impostos. Mas você não envia. Em vez disso, um algoritmo faz automaticamente uma retirada de sua carteira eletrônica, em uma moeda chamada Fedcoin”. Este novo blockchain já teria verificado instituições financeiras como os nós autorizados em vez de redes peer-to-peer, "basicamente, instituições confiáveis", disse Sahil Gupta, da Yale, ao MIT Technology Review. O artigo observa que o Banco do Canadá construiu uma simulação desse sistema no Ethereum (ETH) em 2016. A segunda opção é uma furtiva aquisição do Bitcoin pelo Facebook, que envolve a criação de uma c

Pesquisador afirma que Ethereum é mais descentralizado que o Bitcoin

Imagem
O Ethereum é mais descentralizado que o Bitcoin, esta é a afirmação do professor Emin Gün Sirer, especialista em criptomoedas e cientista da computação, de acordo com um estudo conduzido por ele na prestigiada universidade Cornell e que revelou que há mais nós da rede Ethereum sendo operados por indivíduos e não por empresas, do que no caso do Bitcoin e, segundo ele, isto é um aspecto essencial para demonstrar a descentralização do Ethereum. No entanto, apesar dos dados, existem muitas vozes na comunidade cripto que argumentam que devido ao papel de Vitalik Buterin como criador e principal desenvolvedor do Ethereum, o Bitcoin seria a única blockchain realmente descentralizada e sem um “dono”, embora os participantes do Bitcoin Core representem os “herdeiros” de Satoshi Nakamoto. Na conferência em que apresentou os dados, Sirer também observou que as tecnologias baseadas em hardware, como a Intel SGX, podem ajudar blockchains públicas como Bitcoin e Ethereum a liquidar milhares de t

Fernando Pavani presidente da Beetech fala ao Cenário Econômico sobre a moeda virtual Bitcoin

Imagem

Segurança das moedas virtuais é tema do programa Diálogo Brasil

Imagem
As moedas virtuais ou criptomoedas surgiram há uma década e, assim como os cartões de débito ou crédito, contribuiem para reduzir o uso do dinheiro em papel. O programa Diálogo Brasil de hoje (23)* debate a segurança das transações feitas com as criptomoedas e outras questões sobre o tema. Autor do livro A Finança Digitalizada: Capitalismo Financeiro e Revolução Informacional, o sociólogo e especialista em finanças e tecnologia Edemilson Paraná é um dos entrevistados do programa que vai ao ar às 22h15, na TV Brasil. Ele explica que as criptomoedas são mais um meio de pagamento do que dinheiro propriamente, com grande atrativo especulativo. “É um ambiente de faroeste financeiro, onde as regras não estão claras, não estão definidas e muita coisa pode acontecer”, alerta o especialista. O autor recomenda ainda “muita cautela”, pela alta volatilidade da moeda virtual. O analista e gerente do projeto estratégico de Blockchain do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), Marco Tú

Maduro afirma que pré-venda de criptomoeda "petro" alcançou US$ 735 milhões

Imagem
Nicolas Maduro por Reuters O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta terça-feira que a pré-venda da criptomoeda nacional denominada "petro" alcançou US$ 735 milhões desde a sua ativação, à meia-noite de ontem, até as 20h desta terça-feira (horário local, 22h de Brasília). "São 20h32 de 20 de fevereiro e alcançamos uma intenção de compra na pré-venda da ordem dos 4,777 bilhões de iuanes, 596 milhões de euros, US$ 735 milhões", afirmou Maduro no ato de lançamento da sua oferta inicial. Esta criptomoeda venezuelana está respaldada por 5,342 bilhões de barris de petróleo e seu preço está sujeito ao valor do barril venezuelano, que nos últimos dias oscilou ao redor dos US$ 60. O chefe do Executivo lembrou que desde a meia-noite de segunda-feira o "petro" está em 30 dias de pré-venda, que seguirão 15 dias de compras e anunciou que o governo assinou dois acordos, com uma empresa russa e outra venezuelana, relacionados com o suporte e seguranç

Venezuela lança sua própria criptomoeda, apesar das pressões dos EUA

Imagem
O governo da Venezuela será o primeiro país a lançar sua própria versão da bitcoin, o petro, num movimento que tem como objetivo impulsionar o crédito da combalida economia do país vizinho e trazer de volta a estabilidade financeira. O presidente Nicolas Maduro anunciou no ano passado que criaria uma moeda digital para contornar as sanções impostas pelos Estados Unidos, que impedem os venezuelanos de emitir mais dívida. Mas Washington já tenta atrapalhar os planos de Maduro, alertando seus cidadãos e companhias que, ao comprar os petros, podem estar violando as sanções. No total, a Venezuela planeja emitir 100 milhões de unidades da moeda, começando com uma pré-venda de 38,4 milhões nesta terça-feira, tendo como preço de referência o valor do barril de petróleo, ou cerca de US$ 60. Maduro também vendeu o petro como a realização de um sonho de seu antecessor, Hugo Chavez, de livrar o capitalismo global da dominância do dólar americano e de Wall Street. "O petro

Com anúncios no Google, hackers roubam R$ 160 milhões em Bitcoin

Imagem
A Talos, unidade de pesquisa de segurança da Cisco, divulgou detalhes técnicos sobre a atividade de uma gangue de hackers que teria roubado um total de US$ 50 milhões (aproximadamente R$ 160 milhões) em moeda virtual Bitcoin desde 2015. Batizado de "Coinhoarder" ("acumulador de moedas"), o grupo chegava até as vítimas por meio de anúncios maliciosos veiculados no Google Adwords, a plataforma de publicidade do Google. Para potencializar os ganhos, o Coinhoarder usava os recursos de direcionamento da plataforma de anúncios do Google, mirando principalmente em internautas de perfil e localidade predeterminados. De acordo com o Talos, os principais alvos eram internautas africanos e em outros países em que o acesso a serviços bancários é difícil ou onde as moedas oficiais são instáveis, já que essas pessoas podem estar mais interessadas no Bitcoin. O Google foi procurado pela coluna Segurança Digital nesta segunda-feira (19), mas não se pronunciou até a publicaçã

Bitcoin avança para mais de US$10 mil e estrategista vê novo pico em julho

Imagem
O bitcoin subiu para mais de 10.000 dólares nesta quinta-feira pela primeira vez em mais de duas semanas em um movimento que ocorre depois que a moeda digital perdeu 70 por cento do seu valor ante o pico atingido em meados de dezembro. Na bolsa Bitstamp, com base no Luxemburgo, o bitcoin era cotado a 10.092 dólares às 19:14 (horário de Brasília), alta de 6,2 por cento, depois de atingir 10.234 dólares mais cedo. Thomas Lee, sócio-gerente da Fundstrat Global Advisors, vê um novo recorde da moeda em julho, com base nas 22 correções da moeda ocorridas desde 2010. O bitcoin foi golpeado este ano por uma série de manchetes negativas sobre aumento da regulamentação por autoridades globais. A moeda também foi atingida por ataques de hackers contra bolsas que a negociam. O mais recente caso, ocorrido há algumas semanas, envolveu cerca de 533 milhões de dólares em dinheiro digital na bolsa de criptomoedas Coincheck, baseada em Tóquio. A principal moeda digital também foi afe

Interpol procura responsáveis por fraude com Bitcoins

Imagem
A Interpol está buscando suspeitos em nome das autoridades austríacas que investigam uma suposta fraude com a moeda digital Bitcoin que afetou cerca de 10.000 investidores no país e no exterior, resultando em um prejuízo estimado em dezenas de milhões de dólares. De acordo com a agência Bloomberg, a investigação está focada em uma empresa chamada Optioment que se identificava como um fundo privado com sede na Costa Rica, teria prometido retornos de até 4% por semana em aplicações em Bitcoin por meio de arbitragens. A empresa organizava eventos e estimulava os investidores a procurarem outras pessoas para investir, reforçando o forma de pirâmide financeira. De acordo com o jornal austríaco Die Presse, o fundo deixou de funcionar no final do ano passado e foi denunciado aos promotores pela Autoridade Austríaca de Mercado Financeiro (FMA) no final de janeiro devido a suspeitas de que era um esquema de pirâmide. As vítimas, que podem incluir investidores da Polônia, Alemanha e

Como o blockchain quer mudar o mundo dos negócios | Ashish Gadnis

Imagem

Como funciona a tecnologia do blockchain | Ashish Gadnis

Imagem

Publicidade