Interpol procura responsáveis por fraude com Bitcoins

A Interpol está buscando suspeitos em nome das autoridades austríacas que investigam uma suposta fraude com a moeda digital Bitcoin que afetou cerca de 10.000 investidores no país e no exterior, resultando em um prejuízo estimado em dezenas de milhões de dólares. De acordo com a agência Bloomberg, a investigação está focada em uma empresa chamada Optioment que se identificava como um fundo privado com sede na Costa Rica, teria prometido retornos de até 4% por semana em aplicações em Bitcoin por meio de arbitragens. A empresa organizava eventos e estimulava os investidores a procurarem outras pessoas para investir, reforçando o forma de pirâmide financeira.

De acordo com o jornal austríaco Die Presse, o fundo deixou de funcionar no final do ano passado e foi denunciado aos promotores pela Autoridade Austríaca de Mercado Financeiro (FMA) no final de janeiro devido a suspeitas de que era um esquema de pirâmide.

As vítimas, que podem incluir investidores da Polônia, Alemanha e vários outros países da Europa Oriental, além da Áustria, sofreram perdas de até 12.000 bitcoins, ou aproximadamente US $ 115 milhões.

A polícia identificou dois suspeitos austríacos e está em busca de outros na Dinamarca, na Letônia e na Alemanha, disse um funcionário à Bloomberg. Ainda não foram realizadas prisões durante a investigação.

Fraudes e roubos envolvendo cryptomoedas e blockchain tornaram-se mais comuns nos últimos meses, em meio à forte procura pelo Bitcoin depois que a moeda acumulou ganho de mais de 1.400% no ano passado. Em dezembro, segundo o site CoinDesk, investidores perderam quase US $ 490 milhões em 2017, devido a hackers de carteiras, fraudes e diferentes tipos de ataques.

Hoje, a moeda digital voltou a subir e superou os US$ 10 mil, a US$ 10.120, alta de 9,18%. No Brasil, o Bitcoin está em alta de 9%, aos R$ 34.190.

Comentários

Publicidade

Mais vistas da semana

BC cria grupo de estudo sobre emissão de moeda digital

Blockchain, muito além do bitcoin

Bitcoin será superado por Ethereum segundo Roger Ver

Cripto híbrida e fundo imobiliário ganham permissão do governamental na Alemanha

Especialistas defendem uso da tecnologia BlockChain para reduzir fraudes com dinheiro público